Investidores

O accesso Technology Group plc é uma empresa com capital aberto no AIM (Mercado de Investimento Alternativo), sob a sigla AIM: ACSO. Temos filiais nos EUA e no Canadá, e nossas receitas são fruto de tecnologias e soluções de filas virtuais para emissão de ingressos, comércio eletrônico e dispositivos móveis para a indústria de entretenimento e lazer.

O Conselho Diretor da empresa é responsável principalmente pela direção estratégica do grupo, e é composto por um presidente não executivo, três diretores não executivos e três diretores executivos. O Conselho Diretor tem a convicção de que nenhum dos diretores não executivos têm relacionamentos ou outras questões que possam afetar seu discernimento no desempenho de suas funções e, consequentemente, o Conselho julga que eles são independentes da gestão administrativa.

O accesso Technology Group plc está comprometido com altos padrões de governança corporativa e, embora a Empresa não esteja obrigada a cumprir o Código de Governança Corporativa do Reino Unido (“o Código”), o Conselho Diretor reconhece a importância dos princípios do Código e também das recomendações da Quoted Companies Alliance em sua publicação “Governance Guidelines for Smaller Quoted Companies” (Diretrizes de Governança Corporativa para Pequenas Empresas de Capital Aberto) e busca aplicá-los na empresa conforme necessário, dados sua natureza e tamanho.

A Empresa está sujeita ao City Code on Takeovers and Mergers (Lei de Fusões e Aquisições) do Reino Unido.

Esta página dá acesso às informações financeiras e administrativas exigidas pela Regra 26 das regras do AIM para empresas.

As biografias de nossa equipe administrativa estão disponíveis em nossa Página de Liderança, e as biografias dos diretores não executivos estão disponíveis abaixo.

Documentos detalhados de propostas, relatórios administrativos, um registro de risco, andamento das principais iniciativas e assuntos de rotina, como relatórios financeiros e um balanço das operações correntes são fornecidos com antecedência, permitindo que o Conselho analise e debata adequadamente os assuntos durante as reuniões. Iniciativas estratégicas significativas, que envolvam custos ou riscos perceptivelmente consideráveis, são realizadas somente após avaliação completa pelo Conselho. Assuntos de natureza operacional são delegados à administração executiva. As reuniões do conselho são devidamente registradas em ata.

A Empresa designou um comitê de remuneração formado pelos diretores não executivos independentes (John Weston e David Gammon). O comitê leva em conta o retorno dos acionistas em suas deliberações. Ele revê o desempenho dos diretores executivos, define sua remuneração, considera a concessão de opções de ações em algum esquema de opções de ações e assegura que os diretores executivos sejam adequadamente recompensados e motivados. Além disso, o comitê oferece orientação sobre salários e condições para outros funcionários do Grupo. A frequência das reuniões do comitê de remuneração é definida conforme a necessidade do momento.

A Empresa designou um comitê de auditoria, formado por John Weston e David Gammon, que preside as reuniões. Ele é responsável por assegurar a manutenção de procedimentos adequados de demonstração de resultados financeiros, com relatórios condizentes. O comitê analisa os relatórios contábeis dos auditores do Grupo e verifica se o Grupo estabeleceu controles internos adequados. O desempenho dos auditores do Grupo também é analisado, para assegurar um relacionamento independente, objetivo, profissional e economicamente viável. Assim como a análise dos resultados financeiros publicados da Empresa, o comitê analisa os processos de governança corporativa e as políticas e procedimentos de contabilidade do Grupo, transmitindo ao Conselho todos os problemas de controle identificados. O comitê de auditoria se reúne pelo menos duas vezes ao ano para analisar os demonstrativos financeiros provisórios e anuais e considerar outros assuntos pertinentes.